sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Marjorie Liucci

Desde pequeno eu sempre gostei do que as meninas inventam. Tanto era assim, que eu sempre curtia estar com as meninas. Havia, claro, quem visse nisso um mal. Oh! kkkk
No entanto, tanto aprendi com minhas amigas: um modo sempre novo de ver o mundo; uma sensibilidade que permite voos; uma beleza que se constrói o tempo todo em um universo particular mas que deságua no bem comum, necessariamente. Afinal, eu estou falando de meninas bacanas! ;-D
Como algumas das minhas amigas eu também desenhava, pintava, brincava e talvez apenas não tivesse como elas os cuidados especiais que tinham para com os animais. Além disso, eu notava, desde aquele tempo, que havia e, hoje também vejo que ainda há, um sentimento nostálgico em algumas mulheres.  Algo tão intenso, que parece ser mesmo saudades de uma vida anterior.

A nossa amiga Marjorie Liucci prova, pelo seu trabalho, ser alguém desse tipo. Afinal, suas meninas são figuras de um tempo perdido lá pelos idos da era vitoriana. Todas elas, como as minhas amigas, também se relacionam sempre muito bem, e desde então, com passarinhos, gatos, enfim, com toda uma fauna, que, desconfio, vive mais dentro delas do que no mundo. No entanto, vivem assim sem nunca deixar de participar do mundo natural que deixaram. A diferença é que experimentam, então, uma outra natureza.

A artista tem um blog cujo nome é uma homenagem ao seu gatinho Marmee Craft. Ela vende esses mimos no Etsy.












4 comentários:

  1. São pinturas de um coração juvenil e doce!!!

    ResponderExcluir
  2. Você condensou perfeitamente o que pode ser dito desse trabalho. Obrigado!

    ResponderExcluir